Estou explodindo de raiva, o que eu faço?

 


Muitas pessoas possuem problemas para controlar sua raiva. E alguns chegam ao ponto de não conseguirem dominar esse sentimento que acham que precisam “afogar as mágoas” ingerindo bebidas alcoólicas e usando drogas. Além disso, a ira traz violência e destruição e não leva a lugar nenhum.

 

 

De vez em quando todo mundo tem que lidar com a raiva. Mas qual será a melhor maneira de lidar com isso? Porque quem não consegue controlar a ira, está fazendo mal para si mesmo e para quem está ao seu redor. Então se você perde a calma e muitas vezes fica ao ponto de explodir por causa de uma situação, saiba que pode encarar isso de um modo diferente.

 

“Deixe de lado a raiva e não fique furioso! Não perca a cabeça; isso só traz prejuízo!”

(Salmos 37.8)

 

Será que é sempre errado sentir raiva?

 

Já antecipo que a resposta é não, mas vou explicar os motivos pelo qual ter raiva em alguns casos não é errado. Em primeiro lugar, se sentir assim é normal quando você está enfrentando algum momento de maldade, injustiça e qualquer outra coisa que te causa aborrecimento. Às vezes, até mesmo o próprio Deus fica irado; mas Ele não fica dessa forma sem motivo algum e sempre controla esse sentimento, como podemos observar nos versículos abaixo:

 

“Contudo, por causa do meu nome e minha honra, refrearei minha ira e não os exterminarei.”

(Isaías 48.9)

 

“No entanto, Deus foi compassivo e perdoou os pecados do povo em vez de destruí-lo. Várias vezes ele conteve a sua ira e o seu furor.”

(Salmos 78.38)

 

Logo, da mesma maneira que você fica com raiva por causa de uma injustiça, Deus também fica. Bem como, você fica triste e indignado quando há uma infidelidade por parte das pessoas, Deus também fica. Ou seja, existem sentimentos que não são apenas humanos, mas possuem origem divina. A diferença é que a ira humana costuma se transformar em algo ruim, porque somos inclinados para o mal. Entretanto, Deus não pode ser tentado pelo mal (Tg 1.13), então podemos dizer que Sua ira é santa.

 

Além disso, como seres humanos propensos em fazer o que é mal, precisamos saber administrar a raiva antes que ela vire pecado. Aliás, é por causa da nossa imperfeição que nossa ira não produz a justiça de Deus – ou seja, não produz o que Ele aprova (Tg 1.20).

 

Quando é errado ter raiva?

 

Sentir raiva é errado quando não há motivos para você estar assim ou quando não controla esse sentimento. Quando sua motivação é egoísta, como no caso de Jonas, que ficou aborrecido ao ver Deus sendo misericordioso com o povo de Nínive, ao invés de ter sentido compaixão pelas pessoas arrependidas de seus pecados (Jn 3.10 – 4).

 

Mas a Bíblia nos aconselha:

 

“Eu, porém, vos digo que todo aquele que [sem motivo] se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao inferno de fogo.”

(Mateus 5.22)

 

E quando você não domina sua ira, como no caso de Caim, que matou seu irmão Abel mesmo Deus o alertando para que não alimentasse esse sentimento contra seu próprio irmão, porém Caim não deu ouvidos (Gn 4.6-8).

 

Mas as Escrituras Sagradas nos aconselham:

 

“E ‘não pequem ao permitir que a ira os controle’. Acalmem a ira antes que o sol se ponha, pois ela cria oportunidades para o Diabo.”

(Efésios 4.26,27)

 

Isto quer dizer que embora você tenha raiva em alguns momentos, você não deve alimentar a ira em seu coração e nem a deixar dominar sua mente, a ponto de agir sem pensar e tomar atitudes que causam fatalidades. E mesmo que você pense que jamais chegaria ao ponto de matar uma pessoa, deixa eu te falar uma coisa: “A língua tem poder para construir ou destruir uma vida” (Pv 18.21a). Ou seja, o que você fala nos momentos de raiva pode “acabar” com a vida de uma pessoa.

 

Você pode até ficar irado com uma injustiça ou diante do pecado, mas nunca com raiva de quem foi injusto e nem contra os pecadores.

 

Quais as consequências de ficar irado?

 

As consequências de ficar com raiva sempre serão ruins, fazendo um estrago para si mesmo e para a vida de outras pessoas. Observe:

 

Perder a cabeça!

 

A pessoa com raiva fala e age sem pensar nas consequências e, além disso, trama o mal para aqueles com quem tem desavença. “Quem perde a cabeça num instante acaba cometendo tolices, quem guarda a raiva e planeja vingança acaba sendo odiado.” (Provérbios 14.17)

 

Reagir grosseiramente

 

Uma das primeiras reações de quem está com muita raiva é responder outra pessoa de modo grosseiro, fazendo com que essa outra pessoa fique com ódio de você. “Como o vento norte traz a chuva, assim uma resposta atrevida sempre deixa uma pessoa com raiva.” (Provérbios 25.23)

 

Explodir de raiva

 

Uma pessoa fica tão irada a ponto de “explodir de raiva”, isto é, desconta toda sua raiva gritando em cima dos outros, não conseguindo controlar o que está sentindo. “O tolo explode em gritos quando está furioso, mas o homem de bom senso controla suas reações.” (Provérbios 29.11)

 

Sofrer danos

 

A raiva pode ser tanta que a pessoa sai quebrando os seus objetos ou os pertences dos outros, trazendo danos financeiros e também físicos; porque alguém pode sair machucado nessa história. “A pessoa que se ira facilmente deve sofrer as consequências; se você a livrar uma vez, terá de fazê-lo novamente.” (Provérbios 19.19)

 

Causar brigas

 

Aquele que já tem o costume de ficar com raiva, provoca muita confusão e causa muitos problemas por onde quer que passe. “Quem se ira facilmente provoca brigas, mas quem tem paciência acalma a discussão.” (Provérbios 15.18)

 

Provocar conflitos em seus relacionamentos pessoais e cometer outros pecados

 

Quando você está com raiva faz com que outras pessoas também fiquem iradas contigo, porque a raiva de um provoca a ira do outro e isso não acaba nada bem. Visto que além da própria raiva descontrolada em seus relacionamentos pessoais ser um pecado, ela atrai outros pecados como, ofensa, desrespeito, agressão física, etc. “A pessoa irada provoca conflitos; quem perde a calma facilmente comete muitos pecados.” (Provérbios 29.22)

 

Tornar o ambiente pesado

 

O lugar onde há ira acaba se tornando um ambiente pesado e complicado de se relacionar com as pessoas; as coisas não fluem mais como era antes. “Pesada é a pedra, e a areia também; mas a ira do insensato é mais pesada do que as duas.” (Provérbios 27.3)

 

Perder boas amizades

 

Se você não consegue controlar sua raiva é bem provável que as pessoas comecem a te evitar e você perca boas amizades por isso. Ninguém quer andar em companhia de pessoas que parecem uma bomba a ponto de explodir para não ficar parecida com elas. “Não faça amizade com quem facilmente fica irado, nem ande na companhia de quem é agressivo, para que você não aprenda os seus caminhos e, assim, fique preso numa armadilha.” (Provérbios 22.24,25)

 

Como controlar os momentos de ira

 

Você pode lidar com os momentos de raiva de uma forma bíblica:

 

Em primeiro lugar, não permita que o que está te incomodando fique acumulando, pois uma hora ou outra você vai acabar perdendo o controle. Por isso, é muito importante compartilhar o que está te aborrecendo.

 

No entanto, seja sábio ao trazer isso à tona em uma conversa. Procure manter o volume de sua voz baixo, ainda que a pessoa fale mais alto com você (Pv 15.1); pois responder no mesmo tom provoca gritaria e xingamento e se torna uma verdadeira confusão, além de estar atacando a pessoa e não o problema em si. Aliás, quando você responde de uma maneira gentil, a outra pessoa se acalma e fica mais fácil de manter um diálogo sem perder a cabeça.

 

De preferência, tenha essa conversa quando “a poeira abaixar”, mas não demore muito para não deixar a raiva começar a crescer dentro de você. Nesse momento reflita sobre o que te deixou dessa maneira (Sl 4.4). O intuito é que você e a outra pessoa esfrie a cabeça para conseguir falar sobre o assunto. Porque se a outra pessoa apenas quer brigar, então é melhor parar antes que a coisa piore e inicie uma discussão (Pv 17.14).

 

Outra maneira de controlar a raiva é não levar em conta os insultos que receber de uma pessoa durante uma conversa e ignorar tais provocações. Assim evitará passar por estresse sem necessidade e ainda fará com que a pessoa perceba sua sabedoria e conquistará o respeito dela (Pv 19.11). E, portanto, estará retribuindo o mal que a pessoa causou com o bem (Rm 12.17).

 

Em último lugar, mas não menos importante, a ira é uma obra da carne (Gl 5.20) e superar um temperamento explosivo não irá acontecer da noite para o dia. Por vezes você não vai conseguir controlar a raiva. Por isso, aprenda a pedir perdão a Deus quando não for capaz de dominar a ira e, se tiver oportunidade, peça perdão também à pessoa que você machucou.

 

Lembre-se que você pode vencer a raiva ao desenvolver o fruto do Espírito em sua vida (Gl 5.22,23), principalmente a paciência, a mansidão e o domínio próprio. Peça a Deus que essas qualidades se tornem um novo hábito que substitui os velhos hábitos de um temperamento explosivo.

 

 

Espero ter te ajudado com esses conselhos! Siga a gente no Twitter @_GFDC e no Instagram @GarotasfasdeCristo. E qualquer coisa que precisar, envie um recadinho no e-mail abaixo.

Mil Beijinhos... =*

 

Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

Nenhum comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!