Por que devemos viver em união com as pessoas?

 

Você se lembra do ditado popular: “A união faz a força”? Pois bem, essa frase significa que várias pessoas juntas em busca de um objetivo são muito mais fortes que uma pessoa sozinha. Assim sendo, a mesma coisa acontece quando estamos falando sobre a comunhão dos cristãos. Uma vez que estão juntos em busca do mesmo propósito. Por isso, na Bíblia está escrito:

 

“Como é bom e agradável quando os irmãos vivem em união!”

(Salmo 133.1)

 

Nos dois versos seguintes do mesmo salmo, há figuras que ilustram muito bem a unidade que devemos ter uns com os outros. A primeira faz comparação da união do povo de Deus com a mistura especial e exclusiva de óleo para ungir Arão como sumo sacerdote (Ex 30.22-33). Aliás, o óleo caro derramado em grande quantidade, corria pela sua barba até o colarinho das vestes sagradas. Ou seja, a união do povo de Deus é um rico perfume que faz com que adoração ao Senhor seja aceita.

 

Já a segunda comparação é com o orvalho do monte Hermom unindo-se a umidade do Mar Mediterrâneo. Pela manhã, tudo fica tão úmido como se tivesse chovido, mesmo em tempo de seca. Portanto, isso resulta na bênção de grandes colheitas que garante a vida para o povo daquela região. Ou seja, a união uns com os outros produz ricas bênçãos para o povo de Deus.

 

Mas por que a união tem tanto valor assim? O que precisamos fazer?

 

Qual a importância da unidade?

 

“Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em Mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como Tu estás em Mim e Eu em Ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que Tu me enviaste.”

(João 17.20,21)

 

Os versos acima são uma oração feita por Jesus. O qual ensina que da mesma forma que a trindade funciona, nós cristãos também precisamos nos manter em união. A fim de realizar um propósito importante: As pessoas do mundo devem ver a união dos cristãos, para que assim possam crer em Jesus. Ou seja, é um testemunho diante do mundo!

 

Se vivermos em união, o mundo não pode negar que somos filhos de Deus! Já parou para pensar nisso? Mas, algumas vezes não agimos desse modo, fazendo assim o contrário do que Jesus ensinou. Por isso, precisamos ver quais são as causas que geram a desunião em nosso meio; para que possamos tratar e a unidade seja restaurada.

 

O que causa a desunião?

 

“O que está causando as discussões e as lutas entre vocês? Não é porque existe um exército inteiro de maus desejos dentro de vocês?”

(Tiago 4.1)

 

O irmão de Jesus diz em sua carta que a causa da desunião vem de desejos “a carne” (Gl 5.19-21). Portanto, essas obras estão sempre em guerra com a vontade do Espírito. Por isso, devemos sempre lutar contra esses desejos maus. Lembre-se que a nossa luta não é contra pessoas, mas contra as forças espirituais do mal (Ef 6.12).

 

O apóstolo Paulo também falou sobre as causas da desunião da igreja (1 Co 12.12-27). Portanto, trouxe à tona o que estava acontecendo no meio deles e como eles deveriam agir dali por diante. Porque Deus não opera onde há divisão.

 

Dessa forma, listei algumas das causas principais da desunião:

 

  • Inveja;

 

  • Rancor;

 

 

  • Falta de humildade;

 

  • Descontentamento;

 

  • Rivalidade;

 

  • Desprezo;

 

  • Diferença de opiniões; etc.

 

Promovendo a união na igreja

 

“Procurem de todas as formas conservar, por meio da paz que une vocês, a unidade que o Espírito dá.”

(Efésios 4.3)

 

A Bíblia está repleta de conselhos de como podemos manter a unidade em nosso meio. Existem várias formas de preservar a união uns com os outros. Até porque precisamos promover a unidade para que todos possam enxergar Cristo em nossas vidas. Por isso, fiz questão de listar algumas maneiras essenciais para o bom convívio entre os cristãos. Que são:

 

  • Amai-vos uns aos outros (Jo 15.12).

 

Devemos amar os nossos irmãos da mesma forma como Cristo nos amou. Isso leva os incrédulos a conhecerem a Jesus... Além disso, mantém os cristãos fortes e unidos sendo exemplos vivos do amor dEle.

 

  • Saudai-vos uns aos outros (Rm 16.16).

 

Cumprimentar é uma recomendação da Bíblia. Pois valoriza e reconhece o que as pessoas são e não apenas por aquilo que fazem. Mostrando o amor de maneira visível e externa.

 

  • Orai uns pelos outros (Tg 5.16).

 

É uma bênção poder ajudar em oração, porque produz grandes resultados. Saber que alguém está orando por você, traz alívio e alegria.

 

  • Acolhei-vos uns aos outros (Rm 15.7).

 

Receber bem o nosso irmão seja na igreja ou em sua própria casa é uma forma de mostrar união para com ele.

 

 

Precisamos dar suporte como se pudéssemos carregar o outro no colo. Para que num momento de fraqueza ele não caia.

 

  • Levai as cargas uns dos outros (Gl 6.2).

 

Pois quando ajudamos, a carga se torna mais leve para andar de modo contínuo. Por isso, não deixe o seu irmão cair porque sua carga está pesada.

 

 

Em algumas versões está escrito “exortai”. Mas significa a mesma a coisa. Nada mais é que o ato de dar coragem e fazer correção quando necessário.

 

  • Sujeitai-vos uns aos outros (Ef 5.21).

 

Devemos abrir mão do nosso direito e conforto para honrar os que estão próximos de nós. E assim servir ao nosso irmão com humildade.

 

  • Edificai-vos uns aos outros (1 Ts 5.11).

 

Juntar todos os seus talentos naturais e dons espirituais em prol do crescimento do corpo de Cristo.

 

  • Perdoai-vos uns aos outros (Ef 4.32).

 

Da mesma forma que fomos perdoados por Deus em Cristo, assim devemos perdoar o nosso irmão SEMPRE!

 

 

Por fim, quero dizer: Ajude a todos a viverem em união começando por você! Espero que minha contribuição seja uma grande oportunidade para que você possa promover e manter a unidade na igreja.

 

 

Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

 

Meu Facebook | Meu Instagram | Meu Twitter

Nenhum comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!