Garotas fãs de Cristo: Cortar o cabelo é pecado?

Cortar o cabelo é pecado?


Na igreja de Corinto havia mulheres de cabelos curtos, entretanto cortar o cabelo (tosquiar-se) ou rapá-lo (como os homens) era algo indecente (1 Co 11.6). Mas... por que isso não era decente? Será que cortar o cabelo é pecado? Isto é o que vamos descobrir nesta postagem!

“Se a mulher não cobre a cabeça, deve também cortar o cabelo; se, porém, é vergonhoso para a mulher ter o cabelo cortado ou rapado, ela deve cobrir a cabeça.”
(1 Coríntios 11.6)

O versículo acima tem servido como base para algumas igrejas recomendarem que as mulheres cristãs não devem aparar as pontas de seus cabelos e, até mesmo que devem fazer o uso de véu (cobrir a cabeça). Porém, necessitamos entender o contexto e o motivo pelo qual o apóstolo Paulo fez tal recomendação.


Corinto era uma cidade onde imperava a avareza, a imoralidade e a idolatria; isto fazia com que a prostituição se tornasse uma prática comum. E as mulheres prostitutas daquela cidade tinham costume de cortar os seus cabelos para serem identificadas como tal pelos homens. Mas quando as Boas Novas chegaram naquele lugar, muitas prostitutas converteram-se a Jesus, deixando a velha natureza e sendo transformadas pela graça; entretanto, continuavam sendo assediadas pelos homens por estarem de cabelos curtos. E, por isso, pediram conselhos do apóstolo Paulo para que pudessem evitar essa situação incômoda.

Como resposta, Paulo instituiu o uso do véu para diferenciar cristãs e prostitutas. Pois como ainda acontece nos dias de hoje, muitas mulheres iam à igreja, mas não eram convertidas, ou seja, não desejavam abandonar a prostituição e nem deixar os cabelos crescerem. Antes de o apóstolo instituir o uso do véu, algumas frequentavam a igreja simulando uma conversão, orando e profetizando (pela carne) para parecerem piedosas. As profecias trazidas por elas estavam criando confusão dentro da igreja. E para que isso não acontecesse mais, o apóstolo proibiu que mulheres orassem e profetizassem sem o uso do véu. Vejamos suas instruções:

“Toda mulher, porém que ora ou profetiza com a cabeça sem véu desonra sua própria cabeça, porque é como se a tivesse rapada. Portanto, se a mulher não usa véu, neste caso que rape o cabelo. Mas, se lhe é vergonhoso o tosquiar-se ou rapar-se, cumpre-lhe usar véu.” (1 Coríntios 11.5,6)

Em outras palavras, a mulher que não desejasse cobrir-se com o véu, era sinal de que não estava convertida e nem estava disposta a ter experiência real com Cristo. Mas, se a mulher estivesse realmente convertida e não desejassem mais ser confundida com as prostitutas, deveria usar o véu até os seus cabelos crescerem. Depois que os cabelos crescessem, seria uma honra para mulher, pois não seria mais necessário usar o véu, “pois o cabelo lhe foi dado em lugar de mantilha” (1 Co 11.15b).

Logo, Paulo não está dizendo que todas as mulheres cristãs, em todas as épocas, devem cobrir a cabeça com o véu e não devem cortar os cabelos; pelo contrário, ele transmite esse ensinamento em razão das circunstâncias presentes em Corinto.

Entretanto, Paulo deixa bem claro que Deus quer que sejam preservadas as diferenças na aparência física entre o homem e a mulher, declarando que o comprimento do cabelo do homem e da mulher deve ser tal, que haja uma distinção entre eles (1 Co 11.6,14,15). Ou seja, as mulheres cristãs, em todas as épocas, não devem ter um corte de cabelo idêntico de homem.

“Abilene, como as mulheres podem usar o cabelo curto sem ter um corte igual ao do homem?”. Simples! Vou deixar aqui alguns exemplos de como usar e não usar o cabelo curto.

Como NÃO USAR o cabelo curto


Como USAR o cabelo curto



Portanto, cortar o cabelo NÃO é pecado; e usar cabelo curto também não é pecado, contanto que esse corte de cabelo não seja idêntico ao de homem!


O que você achou desta postagem? Concorda ou Discorda? Há alguma dúvida em relação a esse ou outro assunto? Deixe seu comentário.
Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!