Garotas fãs de Cristo: Dicas de como economizar dinheiro.

Dicas de como economizar dinheiro.


Está chegando o finalzinho do ano, e esta é uma ótima oportunidade para se planejar para o ano seguinte. Por isso, hoje trago mais uma postagem sobre finanças; antes foi de dicas de como “descolar” aquele dinheirinho, e hoje vamos aprender dicas de poupar esse dinheirinho.

A Bíblia tem muito a nos ensinar sobre questões financeiras, de como administrá-las com sabedoria, e vou me ater sobre isso nessa postagem.


Registre suas despesas durante um mês. A primeira coisa que você deve fazer é colocar tudo no papel: o quanto você ganha, o que você separa para pagar (contas, compras, etc) e o que você separa para gastar. Em seguida, toda vez que você for gastar seu dinheiro, anote quanto e com o quê você consumiu. Assim você irá ter um controle financeiro e estará pronta para o passo seguinte.

“Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora.” (Eclesiastes 3.6)

Reduza as despesas. Observando os registros do mês, verifique quais são as despesas fúteis que está tendo, e modere-a. Se você é alguém que gosta de comer fora todo final de semana, cozinhe mais em casa e deixe para comer fora somente em datas especiais. Posso dar um exemplo do que aconteceu comigo, eu gastava cem reais (e às vezes até mais) todo mês colocando crédito no celular. Meu plano era o Vivo Favorito, onde tinha que colocar vinte e cinco reais para ter mil minutos para falar com um número de minha preferência. O problema é que eu falo demais e em apenas uma semana gastava todos os minutos, e eu ia lá colocava mais crédito. Por fim, resolvi reduzir esta despesa e fiz um plano de falar com qualquer número da mesma operadora por apenas quarenta e cinco reais, foi um pouco mais de 50% de economia.

“O homem de bom senso economiza, e tem sempre bastante comida e dinheiro em sua casa; o tolo gasta todo seu dinheiro assim que o recebe.” (Provérbios 21.20)

Faça uma lista de prioridades. Nem sempre o que você compra era o que estava precisando, não é mesmo? Por isso é tão importante fazer uma WishList, pois você evita gastos desnecessários. Em uma folha de papel (ou em um caderno só para essas questões de finanças), faça duas colunas: uma de “coisas que eu preciso comprar” e outra de “coisas que eu desejo comprar”, assim você tem uma noção maior do que realmente é necessário para você, e qual deve ser sua prioridade.

“Quem planeja com cuidado tem fartura, mas o apressado acaba passando necessidade.” (Provérbios 21.5)

Corra das dívidas. A maior furada que você pode se meter é ficar endividada. Se você se encontra nessa situação, primeiramente junte esse dinheirinho para sanar esse problema. E para que você não fique nessa situação, o melhor a fazer é aproveitar liquidações, “quebrar” o cartão de crédito (e nunca mais usá-lo), procurar sempre comprar à vista (quem paga à vista tem aquele desconto, já à prestação sempre tem juros).

“O rico domina sobre o pobre; quem toma emprestado é escravo de quem empresta.” (Provérbios 22.7)

“Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a lei.” (Romanos 13.8)

Invista todo mês. Separe todo mês uma parte do seu salário para a poupança. Tenha em mente sempre isso: a poupança é como uma conta que eu tenho que pagar e jamais posso deixar de pagar! Se você é adolescente e já tem um trabalho fixo ou por conta própria é melhor ainda... – e se ainda não tem, confira as minhas dicas de conseguir um dinheirinho –, sabe por quê? Pois como você não tem despesas de conta de luz, de compras e essas coisas que os nossos pais nos dão, é mais fácil de guardar mais dinheiro. O ideal é você guardar 50% do seu salário, ou seja, a metade do que você ganha e você terá 40% para administrar com outros gastos (pois tem 10% do dízimo, hein?!). E se você já tem que pagar tais contas, separe pelo menos 10% a 20% do seu salário. Veja as minhas contas:

Se você poupar R$ 250,00 todo mês, durante um ano você terá: R$ 3.000,00.
E durante 5 anos, poupando a mesma quantia, terá: R$ 15.000,00. Fora a quantia de rendimento que a conta poupança tem.

“O empregado que tinha recebido quinhentas moedas saiu logo, fez negócios com o dinheiro e conseguiu outras quinhentas.” (Mateus 25.16)

Tenha metas no seu investimento. Você precisa traçar metas a pouco prazo e a longo prazo. Por exemplo, você está querendo comprar uma roupa (meta pouco prazo) e também ter uma casa própria (meta a longo prazo). Uma coisa que dá certo para mim são essas metas (eu tenho até metas para os meus próprios gastos), por exemplo, separo noventa reais para pagar a conta do meu celular (o dobro) no mês que ganho uma renda maior, pois no mês que tiver pouca renda eu já tenho um “fundo de emergência” para pagar essa conta. Da mesma forma quando quero comprar livros numa loja virtual, digamos que quero gastar cem reais nessa compra, ao invés de pegar toda essa quantia em um único mês, faço “prestações” durante cinco meses juntando vinte reais, para mim mesma.

“Se um de vocês quer construir uma torre, primeiro senta e calcula quanto vai custar, para ver se o dinheiro dá. Se não fizer isso, ele consegue colocar os alicerces, mas não pode terminar a construção. Aí todos os que virem o que aconteceu vão caçoar dele, dizendo: ‘Este homem começou a construir, mas não pôde terminar!’.” (Lucas 14.28-30)

Ponha o cofrinho em ação. O velho e bom “porquinho” é um ótimo aliado também para economizar, eu sou adepta a esse modo também. Se você for para pesquisar na internet existem inúmeras planilhas de como poupar moedinhas, mas vou apenas citar uma que eu faço e dá certo, e que eu aprendi comigo mesma (rs’): Saiba guardar as moedinhas do troco. Eu tenho dois tipos de cofre: uma para moedas de cinco e dez centavos e outra de vinte e cinco e cinquenta centavos e um real. A primeira eu guardo em um cofrinho velho que eu tenho e a outra eu guardo em sacolas plásticas brancas pequenas. As da sacola plástica eu junto até dar dez reais, por isso a minha meta é juntar cinco sacolas durante dois meses. Quando alcanço essa quantia, vou a uma loja e troco por uma cédula de cinquenta reais. De vez em quando consigo juntar uma quantia maior, com isso aumenta o valor que eu terei no final do ano. E a do cofrinho, eu juntava aleatoriamente, e esses dias eu pensei em dá uma meta para elas também: a cada seis meses conseguir cinquenta reais. Vamos fazer as contas:

Do cofrinho das moedas de pequeno valor, se em cada seis meses conseguir R$ 50,00, no fim do ano terá: R$ 100,00.
Do cofrinho das moedas de maior valor, se em cada dois meses conseguir R$ 50,00, no fim do ano terá: R$ 300,00
Fazendo um total de R$ 400,00 durante um ano, fora a quantia de rendimento da conta poupança.

“Porque Deus, que dá a semente para o lavrador plantar e, mais tarde, boa produção para colher e gastar, mais e mais dará a vocês semente para plantar e a fará crescer, a fim de que vocês possam produzir, da sua colheita, mais e mais fruto.” (2 Coríntios 9.10)

Saiba administrar bem o seu dinheiro a partir de agora, economizando e evitando gastos desnecessários. No entanto, não fique focalizada em só guardar, guardar e guardar e acabar esquecendo-se de investir em coisas que lhe dá alegria. Você precisa gastar com você, mas controlando esses gastos com sabedoria e prudência. Invista também em sua família, a Palavra diz: “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.” (1 Timóteo 5.8).

Lembre-se: É correto economizar dinheiro; o errado é acumulá-lo como tesouro (Mt 6.19-21). Ter dinheiro não é pecado, mas nunca deve colocá-lo como prioridade em sua vida, assim como nunca deve amá-lo, pois isso pode levar você a se afastar de Deus (1 Tm 6.10) e nem gastá-lo com coisas fúteis. Resumindo... A Bíblia diz que você deve administrar o seu dinheiro com prudência, sabedoria e controle.

O que achou desta postagem? Deixe um comentário!
Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!