“Morar junto” sem se casar é pecado?



Vocês dois se gostam e resolvem morar junto, afinal por que não dividir o mesmo teto? Aliás isso servirá como um teste para saber como será a convivência. E se não der certo, apenas cada um segue sua vida sem burocracias. Mas aí você fica pensando se é correto aos olhos de Deus e se está sob a bênção dEle esta união por não ter feito um casamento civil e nem religioso. Se você se encontra nesta reflexão e deseja descobrir o que a Bíblia nos ensina sobre o assunto e o que você deve então fazer em seu relacionamento; estou aqui para lhe aconselhar.

 

“Jesus disse: ‘É verdade. Você [...] não é casada com o homem com quem vive agora. Certamente você disse a verdade’.”

(João 4.17b,18)

 

Viver juntos sem estar casado é viver em pecado?

 

Sim! Porque ao morar junto com outra pessoa, é decidir viver em imoralidade sexual, já que o sexo foi criado por Deus para ser desfrutado apenas dentro do casamento. E mesmo que o casal não faça sexo e nem durma na mesma cama, é impossível os dois se manterem emocionalmente puros (sem defraudar um ao outro) e acabam comprometendo suas mentes, além de enfrentarem constantemente a tentação de consumar o ato sexual.

 

Existem inúmeras passagens na Bíblia que declaram a proibição de Deus quanto a imoralidade sexual tanto quanto a defraudação emocional. Mas apenas citarei algumas:

 

  • “Já a imoralidade sexual nunca está certa: Nossos corpos não foram feitos para isso, mas sim para o Senhor, e o Senhor deseja ser o dono do nosso corpo.” (1 Coríntios 6.13b)

 

  • “Que não haja entre vocês imoralidade sexual, impureza ou ganância. Esses pecados não têm lugar no meio do povo santo.” (Efésios 5.3)

 

  • “E que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação.” (1 Tessalonicenses 4.6,7)

 

Para concluir, deixo uma citação de uma frase muito importante do livro “O ateísmo cristão”:

 

“Quando duas pessoas resolvem ir morar juntas como se fossem casadas, essa decisão não faz delas pessoas casadas diante de Deus, mas pessoas que estão vivendo em imoralidade sexual.”

— Augustus Nicodemus Lopes

 

Os mitos sobre morar junto que as pessoas acreditam

 

A ideia de morar junto permeia o pensamento de muitas pessoas. E até parece ser uma solução viável, mas na verdade somos vítimas de acreditar nas mentiras que a mídia expõe e que muitas outras pessoas também creem.

 

Mito 1: Testa a afinidade do casal

 

Muitos casais optam por morar sob o mesmo teto sem se casar com o argumento de fazer um período de “test drive” e assim saber se o relacionamento não vai se desgastar com a convivência. Pois se não der certo, o casal pode se separar sem nenhum compromisso. Mas acabam se esquecendo que todo relacionamento possui dificuldades que devem ser trabalhados por ambos os lados dentro do casamento. Porque quando não há compromisso, dificilmente haverá meios para que a relação seja estável; além de ser muito mais fácil desistir do relacionamento do que fazer escolhas todos os dias para fortalecer o casamento.

 

Mito 2: Ajuda a se estabilizar financeiramente para que assim ocorra o casamento

 

Algumas pessoas acham que morar junto é uma opção para organizar suas vidas financeiras enquanto não tem dinheiro o suficiente para se casar. No entanto, o que deveria ser uma solução temporária acaba se tornando em um permanente relacionamento onde não ocorre de fato o compromisso do casamento. E por que então ainda existe essa mentalidade? Porque as pessoas pensam que precisam ter uma cerimônia luxuosa e cara, e isso não é verdade, já que o mais importante é fazer um compromisso público de sua união diante dos homens e de Deus.

 

Mesmo assim é necessário possuir uma base para custear os gastos que terão. E já que tocamos neste assunto, se você conhece alguém que esteja num relacionamento amigável e deseja se casar; ao invés de julgar que tal fazer uma vaquinha para ajudar no casamento dos dois? Seja uma bênção na vida do casal.

 

Mito 3: Se há amor e respeito entre os dois, então é a mesma coisa que um casamento

 

Essa é mais uma das justificativas daqueles que não veem nenhum mal em “juntarem os trapos” e viverem como se fossem casados. Porém, como pode existir um conceito de amor e fidelidade numa união que não tem caráter oficial legal e nem juramentos diante de Deus e das autoridades constituídas? Não adianta querer casar a si mesmos, porque não há nenhuma validade.

 

Mas aí você pode perguntar: “Quem casou Adão e Eva?”; e eu posso lhe responder. O casamento de Adão e Eva foi feito por Deus, com duas testemunhas, o Filho (Jesus) e o Espírito Santo. “Porque o Senhor foi testemunha dos votos que você e sua esposa fizeram.” (Malaquias 2.14b). Por esta razão é necessário que para um casamento ser válido perante a Deus e aos homens, o mesmo deve ser de caráter público, com testemunhas e promessas trocadas um ao outro.

 

“Ah, mas tem muita gente que mora junto há muito tempo e vive melhor que muitos que casaram no papel, já que muitos são infiéis ao cônjuge”. Você até pode tentar argumentar dessa maneira, porém tenho algo a lhe dizer: Pessoas casadas que são infiéis ao seu cônjuge não servem de desculpas para justificar o erro de viver com outra pessoa sem se casar com ela. Não se pode justificar um erro com outro erro.

 

Mito 4: Melhor é morar juntos como casados, do que fazer sexo escondido

 

Alguns tentam argumentar seu modo de vida de imoralidade sexual dizendo que muitos namorados dentro da igreja transam escondido. Mas além de não se lembrarem que um erro não justifica o outro; acabam esquecendo que vida de casado não se resume apenas ao sexo. Mesmo que isso seja uma parte muito importante, o que faz um casamento funcionar é o amor, o relacionamento pessoal, a paciência, etc. O sexo não ajuda conhecer melhor a outra pessoa, aliás dificulta o casal a tomada de uma decisão correta.

 

Talvez você esteja pensando: “Ah, mas todos pecam...”. Isso é verdade, todos pecam; mas a questão aqui é permanecer no pecado. O casal que vive junto está pecando e continuam no pecado, sem confissão e arrependimento, e por esta razão não conseguem estabelecer um relacionamento próximo com Deus.

 

Mito 5: Os tempos são outros, por isso a maneira bíblica é ultrapassada

 

Por fim, dizem que o jeito de Deus revelado em Sua Palavra é um modo arcaico e que os tempos mudaram. Por mais que a sociedade desvalorize o casamento, a Palavra de Deus “permanece para sempre” (Is 40.8). E, por isso, o que mundo pensa não é o modelo do cristão, mas sim o que Senhor diz. Até porque sabemos que o padrão dEle é o correto para nos guiar à vida eterna.

 

União estável é o mesmo que casamento segundo a Bíblia?

 

Não! A união estável segundo a legislação atual de nosso país é aceitável para comprovar que um casal vive junto e garantir direitos caso venham a se separar. No entanto, não é porque nosso país sanciona leis contrárias aos valores bíblicos que devemos aceitar como se fosse algo normal. A verdade é que a igreja deve se posicionar contra leis que estão em oposição a Palavra de Deus.

 


Se você mora junto com alguém ser casado com esta pessoa, peça perdão a Deus e procure se casar o quanto antes. Converse com seu parceiro e acerte essa situação diante do Senhor e dos homens. Certamente você será muito feliz com essa decisão e Deus vai abençoar o seu casamento e a sua família. Pois esse será o testemunho público do compromisso de vocês dois, além de estar agradando a Deus.

 

 

Siga a gente no Instagram @GarotasfasdeCristo e no Twitter @_GFDC e seja edificada com nossas postagens. E se precisar de conselho pode enviar um e-mail para mim: abileneleite96@gmail.com !
Mil Beijinhos... =*

2 comentários

  1. Conheco duas mocas de 17- 18 anos que ja fizeram sexo com os namorados com total anuencia dos pais, autorizacao dos pais....nesse caso os pais tambem estao em pecado, abilene ? Sabe me dizer ?

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de morar com meu namorado em outra cidade, mas só pra caçar emprego lá. aqui tá muito difícil

    ResponderExcluir

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!