Me tornei cristão e minha família não aceita. E agora?

 


“Eu me tornei um cristão há pouco tempo, mas minha família não aceita minha fé e ainda não me deixam falar de Deus para eles. Meus pais reclamam de tudo o que eu faço para Deus e isso causa muita discussão entre a gente. O que eu faço?” — A.

 

“Sou nova convertida e ainda moro com os meus pais; e eles me proibiram de frequentar a igreja, pois são de outra religião. Eu sei que a Bíblia fala sobre não deixar de congregar e quero muito participar das atividades da igreja. Mas a Bíblia também diz sobre honrar pai e mãe. Eu devo obedecer a meus pais e deixar de ir para a igreja ou desobedecê-los e ir escondido para o culto?” — S.

 

“Eu entreguei a minha vida a Jesus, mas meus pais ainda não sabiam sobre essa minha decisão, até porque eles são ateus. E eu sei que eles não reagiriam muito bem se eu contasse que me tornei cristão, então estava escondendo a minha fé. Mas eles acabaram descobrindo e não estão aceitando muito bem isso. E agora, o que devo fazer?” — M.

 

Esses relatos são mais comuns do que você imagina; de pessoas que assim como você estão em busca por respostas. Sei que não existe uma regra para todos os casos desse tipo, mas há princípios bíblicos que ajudarão sobre o momento que está enfrentando. E, portanto, quero deixar meu conselho para você que está passando por situações semelhantes as histórias acima; para que você tenha entendimento e saiba como lidar com seus pais ou responsáveis tomando atitudes sábias.

 

“O que fazer quando a família se opõe a minha fé em Jesus?”

 

Quando os seus pais não aceitam sua decisão de seguir a Jesus, não adianta querer ir para o embate e enfrentar os responsáveis, porque isto não é a solução correta. Se você desrespeitar os seus pais estará negando a fé (1 Tm 5.8), mesmo que seja um novo convertido. Então o que você deve fazer é dar seu testemunho como cristão através de ações e bondade, vivendo de uma maneira que mostre o amor de Deus com atitudes; e assim você verá que o Senhor vai trabalhar na vida de sua família.

 

Por esta razão, procure ter um convívio pacífico (Rm 12.18) e respeitoso (1 Pe 2.17a) com seus pais. Peça sabedoria a Deus e busque sempre falar sem agredir, mesmo que eles agridam você verbalmente sem motivo algum. Pois felizes são aqueles que são insultados por serem seguidores de Cristo, visto que receberão grande recompensa no céu (Mt 5.11,12).

 

Mantenha diálogos saudáveis com seus pais, embora possa parecer algo difícil. Se coloque também no lugar deles, imagine que se você fosse de outra religião e tivesse um filho que lhe dissesse “me tornei cristão”; você também ficaria um pouco assustado com essa declaração. Claro que isso não justifica o fato deles serem totalmente contrários à sua fé, mas é um meio de tentar entender o que seus pais estão passando.

 

O ideal é não entrar em brigas e provocações por causa dessa questão e nem declarar guerra contra sua família por serem contrários à sua fé. Sei que às vezes a oposição de seus pais é tão grande a ponto de haver perseguição no próprio lar. Até mesmo Jesus disse que: “Os piores inimigos de um homem estarão justamente dentro da sua própria casa!” (Mateus 10.36). Mas lembre-se que Cristo também disse sobre amar os nossos inimigos e orar por aqueles que nos perseguem (Mt 5.44). Neste caso ore para que sua família também conheça Jesus!

 

“Meus pais não deixam eu ir para a igreja!”

 

Independentemente de sua família ser de outra religião ou até mesmo não ter religião (ateísmo), a proibição de frequentar a igreja pode vir por vários motivos. Às vezes a razão está em você estar tão empolgado com as atividades da igreja que esteja passando muito tempo por lá e quer ir todo dia. Além disso, esse entusiasmo talvez esteja fazendo você ir mal na escola (ou faculdade) e até fazendo você deixar de procurar emprego. Esses motivos geram repulsa em seus pais que acham que a igreja está prejudicando o seu desempenho.

 

E o que fazer então? Converse com seus pais e tente buscar um “meio termo”, ou seja, concilie um tempo menor de frequência aos cultos, fazer um acordo sobre os horários e não “morar” na igreja. Porém, se mesmo assim seus pais não deixarem você ir para a igreja, então obedeça-os. Porque não é prudente pular o muro de casa ou dizer que vai para outro lugar para frequentar a igreja. Já que estará mentindo (Lv 19.11b) - o que é pecado - e estará negando sua fé, pois o pai da mentira é o Diabo (Jo 8.44).

 

Lembre-se que você mora com seus pais e deve respeitar as regras deles, honrando-os (Ex 20.12). Agora, se seus pais o proibirem de orar e ler a Bíblia, considere em desobedecê-los, pois a Bíblia é clara: “Devemos obedecer a Deus antes de qualquer autoridade humana.” (Atos 5.29b). Ou seja, seus pais não podem usar o fato de a Bíblia dizer que você deve honrá-los para dar uma ordem contrária aos princípios do Senhor.

 

Conclusão

 

Jesus disse: “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim.” (Mateus 10.37a). Isto é, não se apegue tanto ao que sua família vai dizer, a ponto de querer abandonar a Jesus, porque assim vai ser impossível ser discípulo dEle. É claro que é muito importante fazer o possível para ter um bom relacionamento com seus pais. No entanto, é mais importante ainda manter o seu relacionamento com Deus. Porque o seu compromisso com Cristo deve vir primeiro que qualquer conflito entre seus pais.

 

Isso não quer que você deve desrespeitar as regras da casa, indo para a igreja quando eles disseram para você não frequentar. Sei muito bem que a Bíblia fala sobre não deixar de congregar (Hb 10.25), mas mesmo que seus pais tirem isso de você, o mais importante eles não podem retirar que é o seu íntimo com Deus. Por isso, ore ao Senhor pedindo forças para enfrentar essa situação complicada e para que sua família também tenha um encontro com Jesus.

 

Coloque sempre seu relacionamento com Jesus como prioridade em sua vida. Lembre-se que você não está sozinho em momento algum, pois Deus está com você e lutará por esta causa, apenas fique calmo (Ex 14.14)!

 

 

Espero de coração que neste artigo você tenha encontrado as respostas que estava precisando. Se quiser compartilhar sua história, fique à vontade para utilizar os comentários. E você que passou por essa fase qual o seu conselho para quem declarou "me tornei cristão" recentemente para os pais? Deixe seu conselho nos comentários! Mil Beijinhos...

 

Siga-nos no Twitter @_GFDC e também no Instagram @GarotasfasdeCristo.

 

Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

Nenhum comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!