Ignore quem está te provocando.



Você já deve ter ouvido muitas provocações, principalmente de pessoas que não gostam de você. Através de palavras ou simplesmente ações. As pessoas provocativas estão sempre testando seus limites, mas também prejudica a sua saúde emocional. Elas sabem o que tiram você do sério. No entanto, não precisa se desesperar mais; se estiver enfrentando esse problema e não sabe mais o que fazer, esse artigo vai te ajudar.

“O sensato não perde a calma, mas conquista respeito ao ignorar as ofensas.”
(Provérbios 19.11)


O versículo acima é bastante interessante, pois mostra que conquistamos respeito ao ignorar insultos e provocações dos outros, ao invés de “entrar na pilha”, principalmente nas redes sociais. Mas como fazer isso? Para diminuir o aborrecimento há algumas dicas para você:

1) Vá embora sem dizer nada. A técnica do velho “gelo” dá muito certo. Vá embora de cabeça erguida, ou se for na rede social ignore aquele comentário.

2) Torne a provocação algo cômico. Use o humor para tornar os momentos menos intensos. Diga ao que faça você rir, não se importando com o que o outro disse.

3) Mude de assunto. Responda aquela resposta ofensiva com um comentário ou uma pergunta que não tenha nada a ver com o assunto. Isso mostra que você não se ofendeu, e não está “nem ligando” para isso.

4) Pratique a empatia.

Jesus é um grande exemplo, quando foi crucificado “os que passavam lançavam-lhe insultos, balançando a cabeça” (Mateus 27.39) e Ele continuava mudo  “como um cordeiro” (Isaías 53.7). Cristo diante das ofensas preferiu não falar nada e não se importar com o que as pessoas estavam dizendo.

Há um outro versículo muito interessante:

“O tolo estoura de raiva por qualquer coisa, mas o homem sábio nunca perde a cabeça quando é insultado.” (Provérbios 12.16)

É natural quando somos ofendidos queremos uma retaliação, mas a Bíblia diz que o sábio prefere não agravar essa situação, e sim responder educadamente com uma voz mansa e suave. Uma boa resposta alcança resultados positivos, pois as Escrituras Sagradas dizem: “Uma resposta amiga e delicada acalma os nervos, mas quem responde com raiva provoca brigas e confusão.” (Provérbios 15.1).

Saul é um exemplo que quando foi provocado se fez como surdo e saiu de cena. “Mas os filhos de Belial disseram: Como poderá este homem salvar-nos? E o desprezaram e não lhe trouxeram presentes. Porém Saul se fez de surdo.” (1 Samuel 10.27).

Outro exemplo é Gideão com os homens de Efraim, depois de fazer algumas perguntas a eles se abrandou a ira. “Ele, porém, lhes respondeu: ‘Que é que eu fiz, em comparação com vocês? O resto das uvas de Efraim não são melhores do que toda a colheita de Abiezer? Deus entregou os líderes midianitas Orebe e Zeebe nas mãos de vocês. O que pude fazer não se compara com o que vocês fizeram?’ Diante disso, acalmou-se a indignação deles contra Gideão. (Juízes 8.2,3).

Você não tem obrigação de aceitar a negatividade das pessoas. Por isso, coloque essas dicas em prática e vai ver que ignorar quem está te provocando é uma atitude de quem é sábio e sensato.

Leia também:

“Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.”
(2 Coríntios 12.10)


Gostou das dicas? Deixe o seu comentário!
Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

Um comentário

  1. Ô coisa difícil de se fazer e que eu tive que aprender na marra em 2020.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    https://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com/

    ResponderExcluir

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!