O cristão que comete suicídio vai para o inferno?



É uma triste realidade que alguns cristãos acabam tirando a sua própria vida. Com certeza você já deve ter lido notícias de algum irmão em Cristo que cometeu esse ato. E para piorar a situação, muitos são ensinados que a pessoa que comete suicídio está automaticamente condenada ao inferno. O que se torna um grande fardo para os familiares. Porém, será que esse ensinamento é correto? O que a Bíblia diz a respeito disso?

O Breve Catecismo de Westminster, em resposta a pergunta 69, diz: “O sexto mandamento [não matarás] proíbe tirar a nossa própria vida ou a do nosso próximo injustamente, bem como tudo aquilo que para isso concorra.” (grifo meu).

 Já ouvi alguns líderes argumentarem que o cristão que comete suicídio irá para o inferno porque não teve tempo de se arrepender pelo seu pecado. Entretanto, esse argumento não tem sustento. Vejamos um exemplo: Um casal de namorados (os dois são cristãos) tiveram relações sexuais. Assim que terminam o ato, o rapaz sofre um infarto e morre. O rapaz foi para o inferno por ter cometido o pecado de fornicação sem ter oportunidade de se arrepender? Lógico que não! Porque quem é cristão de verdade, não perde a salvação. Afinal, se fosse assim todos nós iríamos ser condenados ao inferno, pois não sabemos quando vamos morrer e, portanto, sempre teremos pecados não confessados. E de acordo com as Escrituras, o único pecado que não tem perdão é a blasfêmia contra o Espírito Santo; o qual nada tem a ver com o suicídio.

A Palavra de Deus ensina que nada pode separar um cristão do amor de Deus (Rm 8.38,39), ou seja, nem mesmo o suicídio pode separar o cristão do amor dEle. Até porque o eleito não perde a salvação; isto se chama “perseverança dos santos”. Eu já tive a chance de escrever sobre esse posicionamento aqui no blog; e é bastante importante que você o leia para entender melhor esse artigo.

E a passagem de 1 Coríntios 3.16,17 não colabora com a ideia de que quem comete suicídio vai para o inferno?

“Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; pois o santuário de Deus que são vocês, é sagrado.” (1 Coríntios 3.16,17)

Já li e ouvi alguns utilizarem estes versos para justificar a ideia de que o cristão que comete suicídio (“destrói o santuário”), irá diretamente para o inferno (“Deus o destruirá”). Mas não podemos negar as repetidas promessas de Deus com um só versículo que parece dizer o contrário. A Palavra de Deus nunca se contradiz. O problema está em nossa dificuldade em entendê-la corretamente.

Na Bíblia a palavra original traduzida por “destruir” e “destruirá” se encontra somente estas duas vezes, neste versículo. Esta palavra significa: despedaçar, descambular, murchar, estragar (por qualquer processo), arruinar (especialmente figurativamente por influências morais), depravar, corromper. A palavra no original nunca significa matar.

O edifício de Deus (1 Co 3.9) é identificado nestes versos como templo de Deus, o qual é santo pela presença do Espírito Santo. Diferentemente de 1 Coríntios 6.19 que identifica o templo de Deus como sendo o corpo individual do cristão; em 1 Coríntios 3.16,17 o templo de Deus é a igreja local. Conforme podemos verificar pelo contexto da passagem.

Sendo assim, Paulo estava se referindo nesses versos que muitas igrejas estavam sendo estragadas pelo pecado impenitente de seus membros. Como fofocas espalhando rumores infundados que acabam causando disputas tão grandes nas congregações que se dividem em duas igrejas separadas. Pastores e diáconos cometendo adultério e deixando cônjuge e filhos para satisfazer a luxúria da carne.

A igreja de Corinto havia caído tão longe da graça que, se algo não mudasse em breve a igreja morreria. O apóstolo Paulo sabia que a situação estava desesperadora; e teve que agir seriamente e rapidamente, senão a congregação deixaria de existir e todo o trabalho que havia feito, iniciando uma boa igreja, não chegaria a nada. Então, o apóstolo teve de escrever firmemente na esperança de despertá-los de sua natureza pecaminosa e provocar o arrependimento de toda a igreja.

Portanto, esses versículos não falam de forma alguma que os cristãos individuais estão sendo destruídos e “perdendo a salvação”. Eles falam de igrejas individuais (igrejas locais) destruídas pelo pecado de seus membros. Logo, o cristão que foi eleito por Deus que comete suicídio não vai para o inferno.

“Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” (Filipenses 1.6)

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém
as arrebatará da minha mão.
(João 10.28)

No entanto, não estou incentivando que o cristão deva cometer suicídio. Pelo contrário, um cristão que esteja passando por momentos difíceis, deve procurar ajuda espiritual e também se for necessário por médicos como psicólogo, psiquiatra e psicanalista. Leia: Você pensa em cometer suicídio?!

“Cristo morreu por todos os pecados, inclusive o suicídio.”
— Pastor Marcos Granconato

O que achou desta postagem? Deixe seu comentário!
Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com
Meu Facebook / Meu Instagram / Meu Twitter

11 comentários

  1. Muito explicativo o seu post, eu lembro que quando eu frequentava a igreja se falava que quando você comete suicídio (Eu acho essa palavra tão forte), Deus não te perdoa. É um assunto tão delicado né?

    ResponderExcluir
  2. Realmente já ouvi falar de cristão que cometeu suicídio isso é lamentável, principalmente no meio da igreja, como você disse o cristão que está com problemas deve procurar ajuda espiritual, esse é o caminho certo, bjs.

    ResponderExcluir
  3. acredito que quem comete suicídio já acredita estar vivendo no inferno

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. O suicídio é um dos males do nosso tempo, e exige uma atenção especial principalmente da família já que normalmente está ligado ao quadro clínico de depressão.

    ResponderExcluir
  5. Tirar a própria vida é um ato de desespero e só quem sabe a dor que sente é a família, independente da religião.
    Fico feliz que ao final de suas explanações você deixa claro a necessidade da avaliação de um profissional da área da saúde.

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderExcluir
  6. O suicídio nao é facil e as pessoas em volta precisam ajudar qm passa por isso.

    ResponderExcluir
  7. Acho um tema mto delicado. Eu acho q quem pensa em tirar sua vida precisa de uma luz, de um caminho e de pessoas que te amam ao seu lado e que enxergam esse momento tao delicado e que façam de tudo p essas pessoas nao cometerem o suicídio

    ResponderExcluir
  8. Para mim suicidio é vai alem das meras suposições sobre a vida e a morte, é triste ver pessoas que conhecem a verdade não coseguir se libertar das prisões da mente!

    ResponderExcluir
  9. Já ouvi muito sobre pastores, e pessoas que são bem conhecidas por ser cristãs ter depressão e até algumas suicido.

    ResponderExcluir
  10. Como você mostrou acima suas direções na Bíblia onde encontra mas se está na bíblia que que sim!
    Não adianta remedia o que não é mais remediado. Infelizmente não dá para fantasiar a verdade vinda de Deus!

    ResponderExcluir
  11. Acredito que a gente não deva falar de coisas sérias sem ter um argumento plausível, falar sobre crenças... é complicado, se precisa ter muito estudo das escrituras. Não é justo ler isso e te dar apoio sobre uma coisa que você acredita ser a sua verdade. Emfim boa sorte com seu blog

    ResponderExcluir

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!