Garotas fãs de Cristo: Livro: O que estão fazendo com a Igreja – Augustus Nicodemus

Livro: O que estão fazendo com a Igreja – Augustus Nicodemus


Sempre quando vejo um livro do pastor Augustus Nicodemus com um tema que me interesse, eu fico numa vontade enorme de comprar. E quando fui viajar para Duque de Caxias (RJ), não pude deixar de visitar o Caxias Shopping no qual me deparei com uma grande surpresa; tinha aberto uma nova livraria: Mania de Fé. Fiquei encantada com o atendimento e com a variedade de livros. E não é que eu achei o livro que eu queria?! “O que estão fazendo com a igreja” é um alerta para a igreja brasileira para haver mais discernimento bíblico. O meu desejo é que vocês amem esta resenha e comprem o livro o mais rápido que puder. E se você mora na região perto do Caxias Shopping, dê uma passadinha na livraria e adquira o livro lá.

Páginas: 208
Editora: Mundo Cristão
Ano: 2013
Onde comprar: Mundo Cristão | Saraiva | Americanas

Loja Mania de Fé
Bíblia, Livros, Cds, Artigos para presente
Endereço: Rodovia Washington Luiz, nº 2895 – Caxias Shopping – RJ – CEP: 25085-008
Telefone: (021) 2772-2570
Redes Sociais: Instagram | Facebook

Observação Importante: Essa postagem NÃO É patrocinada pela empresa. Apenas exprime a opinião da blogueira.

Sinopse:

Desde 2005, três amigos se revezam nos comentários sobre os mais diversos assuntos que se referem à vida da igreja e à sociedade. Em comum, a pena afiada, a identidade reformada e o zelo pela fé cristã. O palco escolhido por Augustus Nicodemus, Mauro Meister e Solano Portela é o blog O tempora, O mores (Que tempos os nossos! E que costumes), referência à célebre frase de Cícero (106-43 a.C).

Dentre as centenas de textos postados por eles, Augustus Nicodemus selecionou alguns dos seus para se projetarem além da blogosfera, e assim oferecer suas percepções sobre a igreja evangélica e sobre o que entende ser a ascensão e queda do movimento evangélico brasileiro.

Liberais, neo-ortodoxos, libertinos e neopentecostais, não escapam da escrita certeira do autor, cujo objetivo com a publicação de O que estão fazendo com a igreja vai muito além da simples (e saudável) polêmica. Seu desejo é fortalecer os que insistem em seguir a fé bíblica conforme entendida pelo cristianismo histórico. Sem esquecer as mazelas de conservadores, fundamentalistas e neopuritanos, Augustus traça um panorama do complexo cenário evangélico com a firmeza que lhe é peculiar.

Resenha:

“O que estão fazendo com a Igreja” é um livro reflexivo sobre o panorama do que tem acontecido no meio protestante. Nestes últimos tempos a igreja evangélica tem se distanciado dos verdadeiros ensinamentos bíblicos; e pior, com tantos escândalos, a credibilidade só vai enfraquecendo.

E como hoje existem várias vertentes evangélicas que se desaproximaram do verdadeiro Evangelho de Cristo registrado na Bíblia Sagrada que é o manual que Deus deixou para nós, o pastor aborda de maneira objetiva para os seus leitores sobre as raízes da crise, o liberalismo, a neo-ortodoxia, os libertinos, os neopentecostais, os fundamentalistas, os reformados e os puritanos. CALMA!  Não fique assustada com esses nomes que citei, pois faz parte de todo um contexto do cenário da igreja de uma maneira aberta e descomplicada.



Minha Opinião:

Tudo que falavam deste livro para mim estava correto, é uma obra surpreendente e que deve ser lido por todos, pois lhe dá um discernimento de maior parte do que já se passou e o que está se vivendo na fase da igreja moderna. O atraente do livro é que o autor explica com respaldo bíblico e histórico o que cada movimento evangélico é e o seu modo operante em nossos dias; fazendo com que seus leitores reflitam sobre como a igreja tem sido mais influenciada do que influenciadora, e precisamos mudar essa mentalidade.

Entre os assuntos que são abordados estão à herança da igreja católica que carregamos ao dizer “Nossa Senhora!” e que como disse em uma postagem isso é tomar o nome do Senhor em vão. Levanta questões sobre a libertinagem entre os jovens e até mesmo pastores; fala sobre que os cantores e músicos da igreja não devem ser chamados de “levitas”; o que também disse em uma postagem que levita era somente aquele comprovasse que era descendente da tribo de Levi (uma das doze tribos do Antigo Testamento; e continuando o autor traz conselhos para a equipe de louvor, e uma delas e sobre estar atento sobre o que está sendo cantado, verificando as letras das canções e observando se é bíblico ou não, como eu disse uma vez: Culto é para exaltar ao Senhor, e não ao ser humano!

Também quero expressar algumas ressalvas. A primeira delas é quando o reverendo Augustus Nicodemus diz sobre os neopentecostais, ele está falando da nova geração de pentecostais que focam prosperidade, curas e milagres e se esquecem da Palavra de Deus. A segunda é quando ele diz que a santidade não tem nada a ver com usos e costumes (página 152), discordo em partes, porque guardar uma sequência de regras sobre questões de vestuários também fazem parte da santidade bíblica; é óbvio que uns exageram bastante, por isso precisamos ter bom senso e ter embasamento bíblico. Você pode ler também minhas postagens: “Tatuagem é pecado?”; “Piercing é pecado?”; “Se piercing é pecado, por que brinco não é?”; “Pintar o cabelo é pecado?”Pintar a unha é pecado?”“Cortar o cabelo é pecado?”“Usar maquiagem é pecado?”; “Cirurgia plástica é pecado?”“Usar corset é pecado?”;Características do Look da Garota Cristã”A garota cristã pode usar biquíni?” e “Deus se importa com a aparência sim!”.



Quotes:

“Um dos requisitos para o apostolado no Novo Testamento é ser testemunha da ressurreição de Cristo (At 1:21-22). Todos os apóstolos viram o Cristo ressurreto, inclusive Paulo (1Co 15:5-8). [...] O cristianismo histórico sempre entendeu que Paulo foi o último.” (página 27)

“A Bíblia foi escrita por autores sobrenaturalmente inspirados por Deus a ponto de ser verdadeira em tudo o que afirma.” (página 61)

“O ser humano é [...] o responsável diante de Deus pelo emprego correto dos recursos naturais, pelo seu próprio desenvolvimento de forma sustentável e pela preservação dos demais seres vivos.” (página 87)

“O homem é justificado pela fé somente e que nada mais é requerido para sua salvação.” (página 102)

“Reações físicas como tremer, chorar, emocionar-se, são perfeitamente válidas, se são resultado da pregação da Palavra de Deus na mente e no coração.” (página 125)

“Qual a autoridade de um pastor divorciado já pela segunda ou terceira vez para exortar os maridos da sua igreja a amar a esposa e a se sacrificar por ela?” (página 136)

“É tarefa dos pais instruírem os filhos sobre a sexualidade e as questões relacionadas ao sexo.” (página 140)

“Há advertências constantes nas Escrituras contra a apostasia. Apostatar significa afastar-se da verdade de Deus revelada nas Escrituras, como resultado de uma mudança de pensamento, e levantar-se em rebelião aberta contra ela.” (página 146)

“Não temos mais levitas hoje. [...] É uma ideia abominável que os membros do grupo de louvor são levitas.” (página 160)

“Nunca os evangélicos louvaram e cantaram tanto a Deus e nunca foram tão analfabetos de Bíblia. Nunca houve tantos animadores de auditório e tão poucos pregadores da Palavra de Deus.” (página 165)


Você  já leu esse  livro e o que achou? Se ainda não tem o livro, está curiosa para tê-lo? Concorda ou Discorda de alguma coisa aqui exposta?  Deixe um comentário!
Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!