Garotas fãs de Cristo: O caráter de Cristo

O caráter de Cristo

        “Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.” (Jo 13.15).
        A Bíblia afirma que o Senhor Jesus Cristo despiu-se de sua gloria e revestiu-se de toda natureza humana, mas sem pecado. Como homem, o Mestre foi irrepreensível. Era submisso, manso, humilde, amoroso, entre tantas outras qualidades. Se caráter é o padrão que todos os crentes devem seguir.
        O Sermão do Monte nos apresenta os principais aspectos do caráter cristão. Nele, aprendemos não somente a ética e a moral do Reino dos céus, mas a essência do caráter de Cristo.
        Jesus foi modesto em toda a sua maneira de viver. Ele demonstrou sua humildade ao despojar-se de sua glória. A humildade é um aspecto do caráter imprescindível a todos os crentes, pois os humildes sempre alcançam o favor de Deus. Nosso Senhor Jesus Cristo também, sempre foi manso e benigno de coração.
        O Senhor Jesus ordenou aos seus discípulos que priorizassem a cima de todas as coisas, o Reino de Deus e a sua justiça. Em um mundo perverso, onde as pessoas estão mais preocupadas em acumular riquezas do que socorrer ao aflito e necessitado, o verdadeiro crente deve refletir o caráter de Cristo através de uma vida de santidade e retidão.
        Jesus foi misericordioso com os homens em suas fraquezas e privações. Lembremos, pois, que a misericórdia é um mandamento divino, e que a Bíblia condena a indiferença para com os pobres. Sejamos misericordiosos assim como Jesus nos ensinou na Parábola do Samaritano. Nas Escrituras, o coração representa a personalidade, o centro das emoções humanas. Por isso, na Bíblia afirma que o Senhor perscruta os corações e conhece o interior de cada pessoas.
Quando Cristo repreendeu os fariseus, mostrou-lhes como a pureza interior era necessária. Ele os acusou “de serem semelhantes aos ‘‘ sepulcros caiados “.  O Senhor, que conhece os nossos pensamentos e as motivações de nossas ações cotidianas, manifestará em seu santo e justo julgamento casa uma de nossas ações.
        As palavras, os atos, enfim, a pessoa de Jesus é o modelo ideal de conduta para a identidade do crente. O discípulo de Cristo deve revestir-se das qualidades santas e justas de seu Mestre, com a intenção de cumprir o propósito de Deus.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!