Garotas fãs de Cristo: Andando por suas próprias pernas.

Andando por suas próprias pernas.

            Você já sentiu a vontade de “andar com suas próprias pernas”, isto é, ser independente? Se sim, pode ter certeza que não é a única por aqui. Todos nós temos essas vontades, principalmente quando nossos pais estabelecem regras dentro de casa, não é mesmo? Torna-se tudo muito chato e parece que eles querem a ver infeliz. Até que você chega a uma época que já está estourando, está de “saco cheio” (como dizem por aí) de ser tratada como criança a ter que obedecer a várias regras, e resolve estabelecer as suas próprias regras: voltar à hora que quiser em casa, ir para festas, baladas, “curtir” com os amigos. Seus pais ficam desesperados, e te alertam do perigo e das consequências, mas você não dá a mínima e diz que quer viver as suas próprias experiências.

            Só que essa história se repete, infelizmente, no âmbito espiritual. Queremos ser donas de nós mesmas, desobedecemos a Deus e O abandonamos para andar com as nossas próprias pernas. Porém, será que sem os cuidados do Senhor nós sobreviveríamos nesse mundo louco e perdido?

"Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz a morte" (Pv 14.12)


            Estava lendo a Bíblia quando encontro alguns versículos que me tocaram profundamente, senti a real presença de Deus e que me dizia: “Você ainda vai continuar seguindo o seu coração para decidir as coisas na sua vida? Você ainda vai querer continuar 'quebrando a cara' por não querer que Eu haja em sua vida? Será que Me ama e confia em Mim o suficiente para entregar-se completamente?”. Imagina só ouvir tudo isso dEle? Aconteceu comigo e pode estar acontecendo agora mesmo com você. Por isso leia estes versículos:

“Ouçam, ó céus! Escute, ó terra! Pois o Senhor falou: ‘Criei filhos e os fiz crescer, mas eles se revoltaram contra mim. O boi reconhece o seu dono, e o jumento conhece a manjedoura do seu proprietário, mas Israel nada sabe, o meu povo nada compreende’. Ah, nação pecadora, povo carregado de iniquidade! Raça de malfeitores, filhos dados à corrupção! Abandonaram o Senhor, desprezaram o Santo de Israel e o rejeitaram. Por que haveriam de continuar a ser castigados? Por que insistem na revolta? A cabeça toda está ferida, todo o coração está sofrendo. Da sola do pé ao alto da cabeça não há nada são; somente machucados, vergões e ferimentos abertos, que não foram limpos nem enfaixados nem tratados com azeite” (Isaías 1.2-6).

            Você entendeu o que estes versículos expressam? Vou explicar... Eles não falam sobre pessoas que nunca conheceram a Deus, e sim de pessoas que conhecem a Deus e que até podem estar ingressados em ministérios na igreja, mas que deixam seu coração se corromper com as ilusões deste mundo. Foi Deus quem nos criou e nos permite viver, nos faz crescer. Mas nós nos revoltamos contra o Senhor, não reconhecemos que não somos nada sem Ele, não compreendemos os planos dEle e O abandonamos, deixamos a vida cristã de lado para vivermos o que mundo tem a nos oferecer. Claro, ficamos deslumbradas com tanta beleza.

            Só que com ao passar do tempo descobrimos que as coisas não são do jeito que imaginávamos, ali não é um lugar perfeito, ficamos desamparadas e sem cuidados. E sabe o quê mais? Somos pisoteadas e maltratadas, nosso coração dói e estamos com vários ferimentos em nossa alma, que estão inflamadas. “Desde a planta do pé até à cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, contusões e chagas inflamadas, umas e outras não espremidas, nem atadas, nem amolecidas em óleo” (Is 1.6). Para o mundo o remédio para a cura desses ferimentos é o tempo, mas sabemos que não adianta nada. Daí nos oferecem novas saídas, como remédios em excesso, as drogas, o álcool, a automutilação e se nada disso adiantar (no caso, não adiantam mesmo) nos oferecem a única solução para acabar com todos os nossos problemas, e dizem: “Desista da sua vida, ninguém vai sentir falta de você mesmo...”, e nos orienta a cometer suicídio.

            Até quando vamos “quebrar a nossa cara” por não confiar nos planos que Deus tem em nossas vidas? Até quando nos entupiremos de entulhos emocionais? Até quando pensaremos que o tempo é capaz de curar as feridas da alma? Até quando vamos pensar que a automutilação e o suicídio são saídas para os sofrimentos que vivenciamos? Até quando vamos continuar sendo filhos revoltados com o Pai e querer andar com nossas próprias pernas? Até quando vamos continuar com esses ferimentos inflamados em nossa alma?

            Deixe Deus tratar as feridas que aí estão em sua alma, deixe Ele curá-las. Volte-se para Deus em oração o mais rápido possível, volte a trilhar no caminho certo, o caminho das vontades do Senhor e não das suas próprias vontades. Pode até parecer clichê, mas saiba que não somos nada sem Deus. Confie os teus sonhos a Ele, ore, clame, porém fale em sua oração “que não seja feita a minha vontade, e sim a Tua meu Senhor”. Quer voltar para os braços do Pai? Volte agora mesmo, saia correndo em direção a Ele, pois o Senhor está de braços abertos para te receber (de braços abertos quero te receber, filho, Eu estava esperando você... ♫). Talvez você esteja frequentando a igreja regularmente, esteja se envolvendo em vários ministérios, mas o seu coração não está voltado diretamente para o Senhor. Por isso também lhe digo, volte-se para Deus agora mesmo, tenha um relacionamento íntimo com Ele e desfrute o melhor do Senhor em sua vida!

Mil beijinhos, minhas flores.
Não se esqueçam de deixar um comentário!
Se quiser tirar alguma dúvida ou pedir conselhos, meu e-mail  é:
abileneleite96@gmail.com
Acompanha-me nas redes sociais: Twitter... / Facebook...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!