Garotas fãs de Cristo: Natal, amor que traz união

Natal, amor que traz união


Está chegando mais um Natal, mais um fim de ano, e quero trazer de volta a nossas mentes o verdadeiro sentido do Natal, pois é algo que tem sido esquecido e o Natal acaba sendo apenas mais um feriado.

Todas nós sabemos que o verdadeiro significado do Natal é o nascimento de Jesus, mas não é apenas se lembrar deste fato que veio para mudar as nossas vidas, mas é se deixar ser transformada por ele. O verbo se fez carne e habitou entre nós (Jo 1:14), Jesus foi enviado por um Pai que nos amava e foi a maior expressão de amor que já houve.

Jesus nasceu, nos ensinou como é viver com Deus e para Deus, e por amor de nós foi entregue à morte. Ele nos mostrou que é o caminho, a verdade e a vida e que só por Ele chegaremos ao Pai (Jo 14:6). Com isso sabemos que não há amor maior do que Este que é o próprio amor (1 Jo 4:8).

Tenho visto que algumas pessoas se lembram do significado do Natal que é o nascimento do nosso Salvador, mas se esquecem do amor que deveria estar sempre em nossos corações, e com isso vejo famílias que estão desunidas por diversos fatores.

Trago aqui o meu testemunho de uma família cristã que por muitas vezes permitiu que as diferenças religiosas fossem maior do que o amor de Deus e por isso vive em desunião, e que sempre traz à tona as diferenças causando divisão. Sei que isso não é uma realidade apenas na minha casa, mas também na casa de muitas de nós e de diferentes formas, por diferentes motivos.

Venho aqui hoje para convidar a todas a se lembrarem do amor incondicional que foi demonstrado no nascimento, na vida e na morte de Jesus, convido a se lembrar que Deus é amor e que enquanto as diferenças se fizerem maior do que o amor que foi demonstrado haverá desunião.

Este Natal pode ser a oportunidade de buscar a essência do amor em nossa família, e o primeiro passo pode ser dado por nós. Ele pode ser por meio do perdão, por meio da humildade de assumir os erros, por meio do respeito das diferenças ou pela atitude de tomar uma nova direção em nossos relacionamentos decaídos, afinal a mulher sábia edifica a sua casa (Pv 14:1).

Deus manda que amemos uns aos outros, porque o amor procede de Deus, e se Deus nos amou de tal maneira, devemos nós também amar uns aos outros (1 Jo 4:7,11).

Uma oração de Sandy Smith diz: “Senhor, tu és o começo, o fim, e a mais profunda essência do amor em mim. Abra os meus olhos para que eu veja como o Senhor vê, e ama os outros através de mim.”

Que Jesus possa ser a essência do amor em nossos corações, e que possamos amar uns aos outros. Que o amor possa se tornar maior do que as diferenças que nos afastam dos nossos irmãos, que as diferenças não tenham mais o poder de nos separar, mas que o amor demonstrado por Jesus restaure nossos relacionamentos, nossa família e nossos corações. Que este Natal possa trazer a união daqueles que um dia foram separados.

P.S.: Peço que me ajudem em oração, pois como disse minha família se encontra “separada” pelas diferenças da religião, o clima de hostilidade é horrível, mas eu creio que Deus irá restaurar a minha casa e fará o amor maior do que as diferenças.

Um Natal abençoado à todas!
Com amor,
Dani.

2 comentários:

  1. Nos se lembramos de jesus no natal, mas temos de cumprir o mandamento que Ele deixou de amar uns aos outros!

    Deus vai restaurar o amor em sua familia em nome de Jesus!

    A paz! ♥

    ResponderExcluir
  2. Amém! Que Deus restaure o amor em todas nós, todos os dias. A Paz!

    ResponderExcluir

AGRADECEMOS SUA VISITA! DEUS LHE ABENÇOE!